Um Guerreiro / 29.03.2011

José de Alencar volta a ser internado e médicos afirmam que situação é crítica.


O ex-vice-presidente José de Alencar voltou a ser internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sírio-Libanês, no início da tarde desta segunda-feira (28), em São Paulo.
Segundo boletim médico divulgado nesta manhã, Alencar está sedado e respira sem a ajuda de aparelhos. Ele foi internado com um quadro de “suboclusão intestinal” ( obstrução do intestino com sangramento) e os médicos afirmaram que sua situação é crítica.
Com o coração já trabalhando com dificuldades e pressão arterial super baixa de 5 x 3.
José Alencar havia recebido alta no último dia 16, após sete dias internado por conta da inflamação de uma membrana que reveste a parede do abdômen. Ele luta há anos contra um câncer no abdômen.

Todos sabem da luta deste grande guerreiro, 
travada contra o Câncer...
Que Deus possa dar forças pra continuar...
Mas, somos humanos e mortais e há limites pra tudo, 
principalmente para o sofrimento...







Invisíveis, mas não Ausentes / 24.03.2011

Quando morreu, no século XIX, Victor Hugo arrastou nada menos que dois milhões de acompanhantes em seu cortejo fúnebre, em plena Paris. 
Lutador das causas sociais, defensor dos oprimidos, divulgador do ensino e da educação, o genial literato deixou textos inéditos, que por sua vontade, somente foram publicados após a sua morte.
Um deles fala exatamente do homem e da imortalidade e se traduz mais ou menos nas seguintes palavras:

A morte não é o fim de tudo. Ela não é senão o fim de uma coisa e o começo de outra.
Na morte o homem acaba, e a alma começa.
Que digam esses que atravessam a hora fúnebre, a última alegria, a primeira do luto.
Digam se não é verdade que ainda há ali alguém, e que não acabou tudo?
Eu sou uma alma. Bem sinto que o que darei ao túmulo não é o meu eu, o meu ser.
O que constitui o meu eu, irá além.
O homem é um prisioneiro. O prisioneiro escala penosamente os muros da sua masmorra,
coloca o pé em todas as saliências e sobe até ao respiradouro.
Aí, olha, distingue ao longe a campina, aspira o ar livre, vê a luz.
Assim é o homem. O prisioneiro não duvida que encontrará a claridade do dia, a liberdade.
Como pode o homem duvidar se vai encontrar a eternidade à sua saída?
Por que não possuirá ele um corpo sutil, etéreo, de que o nosso corpo humano não pode ser senão um esboço grosseiro?
A alma tem sede do absoluto e o absoluto não é deste mundo. É por demais pesado para esta Terra.
O mundo luminoso é o mundo invisível. O mundo do luminoso é o que não vemos.
Os nossos olhos carnais só vêem a noite.
A morte é uma mudança de vestimenta. A alma, que estava vestida de sombra, vai ser vestida de luz.
Na morte o homem fica sendo imortal. A vida é o poder que tem o corpo de manter 
a alma sobre a Terra, pelo peso que faz nela.
A morte é uma continuação, para além das sombras, estender-se o brilho da eternidade.
As almas passam de uma esfera para outra, tornam-se cada vez mais luz,
aproximam-se cada vez mais e mais de Deus.
O ponto de reunião é no infinito.
Aquele que dorme e desperta, desperta e vê que é homem.
Aquele que é vivo e morre, desperta e vê que é Espírito.
***

Muitos consideram que a morte de uma pessoa amada é verdadeira desgraça, quando, em verdade, morrer não é finar-se nem consumir-se, mas libertar-se. 
Assim, diante dos que partiram na direção da morte, assuma o compromisso de preparar-se pra o reencontro com eles na vida espiritual.
Prossiga em sua jornada na Terra sem adiar as realizações superiores que lhe competem, pois elas serão valiosas, quando você fizer a grande viagem, rumo à madrugada clarificadora da eternidade.

- Do livro Victor Hugo e Seus Fantasmas,
de Eduardo Carvalho Monteiro






Os Únicos / 18.03.2011

A terra está em permanente movimento,
a luz sempre muda, o mar não deixa
de bater sobre as pedras.
As gerações não deixam de nascer,
e somos responsáveis diante delas,
porque somos as únicas testemunhas
com que contam...

- James Baldwin





Selos / 16.03.2011

Selo oferecido pela amiga 
Katrynna do blog http://katrynnac.blogspot.com
Selos oferecido pelos amigos
Thiago do blog http://essenciaego.blogspot.com
Jaynne do blog http://jaynnesantos.blogspot.com/
Selos oferecido pelo amigo
Thiago do blog http://essenciaego.blogspot.com
Selo oferecido pela amiga
Aline do blog http://muitascoisasporai.blogspot.com
Selos oferecido pela colega
Selo oferecido pela amiga


Muito obrigada meus lindos, 
pelo carinho!
Disponibilizo estes à todos que 
quiserem com a simples condição;
 citar de onde os pegou, ok!

- Merlaine



Viver é Perigoso / 12.03.2011

Como boa “matuta” do interior, que se permite mesmo sem ser uma intelectual, formular suas próprias idéias, como forma de agradecer a Natureza Divina por minha racionalidade. Com base nas palavras do Grande Mestre Guimarães Rosa,  demonstro quando considero que "VIVER É MUITO PERIGOSO"
Viver é muito perigoso, mas o perigo é ainda maior para os covardes, para aqueles que ainda não sabe quem são; para aqueles que criaram uma imagem positiva sobre si e que querem enfrentar os perigos da vida, usando-a.

Viver é muito perigoso,  para os que insistem em ser eternas crianças, e têm medo de crescer e enfrentar o mundo dos adultos, onde xingamentos, palavrões e pirraças de moleque não resolvem as grandes questões da vida.

     Viver é muito perigoso, para os medrosos que fogem das próprias responsabilidades e transferem suas culpas e seus fracassos aos outros.

 Viver é muito perigoso,  para aqueles que têm medo do amor, em suas mais simples manifestações, porque amar também representa perigo, pois é o caso de se ter cumplicidade; e cumplicidade gera a necessidade de deixar que o “eu” se manifeste.

Viver é muito perigoso, para os idiotas, para os imbecis, que se negam a serem humanos, usando a razão e a emoção, e se escondendo atrás da hipocrisia do; eu nada penso, eu nada sei, eu nada vi... os que não se comprometem com a vida.

Viver é muito perigoso, para os fracos que se fingem de forte; que têm medo de uma mão estendida e de um abraço amigo.

  Viver é muito perigoso, para os que não se abrem aos amores da vida, com medo das cicatrizes geradas pelas feridas, que as várias paixões trazem.

Viver é muito perigoso,  para os que nunca dizem sim a vida; vivem eternamente dizendo não, pelo medo dos compromissos que os adultos precisam assumir. Eternas crianças mergulhadas em seu complexo de Peter Pan.

Viver é muito perigoso,  para os que consideram a vida um grande teatro, onde a palavra-chave é REPRESENTAR.

Viver é muito perigoso,  para os que se anulam e vivem em função de outro ser, que têm as próprias asas e não sabem voar; para aqueles que não desenvolveram a boa auto-estima e preferem mendigar afeto a ter que enfrentar a dura realidade que amar exige RECIPROCIDADE, amando eternamente sozinhos e não seguindo o seu caminho a procura de viver, intensamente, o amor em suas mais variadas formas.

A vida é cheia de perigo, e realmente, “VIVER É MUITO PERIGOSO”, mas os corajosos não recuam, os demais não vivem, eles simplesmente VEGETAM. Então, que venham os perigos e suas consequências, porque eu quero sempre é VIVER e nunca VEGETAR
A VIDA É UMA VIAGEM QUE EXIGE COMPROMISSOS E NÃO HÁ ESPAÇO PARA OS COVARDES.

- Rosana Corrêa




Comunicado / 10.03.2011

No meu painel de entrada do blog,
não está aparecendo nenhuma atualização
dos blog's que sigo...
Isso já faz um bom tempo...
por isso não estou visitando muitos blog's!
Não estou conseguindo que volte ao normal.
Acontece com você também?




Mulher / 07.03.2011

No dia 08 de Março do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.
Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan "Pão e Rosas", em que o pão simbolizava a estabilidade econômica e as rosas uma melhor qualidade de vida.
Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher".
...

Somos o sexo belo.
Não precisamos usar gravatas.
Sentar de pernas cruzadas não dói.
Se resolvermos exercer profissões predominantes masculinas, somos pioneiras, eles bichas.
Nossa inteligência é compatível com a de qualquer homem, mas nossa aparência é melhor.
Se matarmos alguém, e provarmos que foi na TPM, é atenuante.
Nosso cérebro dá conta do mesmo serviço, mesmo com 6 bilhões de neurônios a menos.
Somos capazes de prestar atenção em várias coisas ao mesmo tempo.
Sempre sabemos onde estão tudo. 
Se casarmos com o herdeiro do trono, seremos rainhas.
Somos nós que somos carregadas na noite de núpcias. 
 Somos nós que decidimos quanto à reprodução.
Sentimos o bebê mexendo.
Amamentamos.
Temos 4 meses de licença maternidade.  Sempre estamos presentes no nascimento dos filhos.
Somos a estrela no casamento.  Alguém já ouviu falar em "muso" inspirador?
Vivemos mais. 
Somos mais resistentes à dor e às infecções.
Podemos dormir com uma amiga sem ser chamada de lésbica.
Namorado de amiga nossa para nós, é homem.
Não investigamos barulhos suspeitos à noite.
Somos mais sensíveis.
Temos um dia internacional. 
 E por último, fazemos tudo que um homem faz, e de salto alto! 
...

Mulher, mulher
Na escola em que você foi ensinada
Jamais tirei um 10
Sou forte
Mas não chego aos seus pés!

- Erasmo Carlos


Feliz Dia Internacional das Mulheres!








Anyone / 02.03.2011

 Belíssima canção de Roxette, adoro!
Salve os bons!






 

Seja Essência e Não Aparência | Creative Commons Attribution- Noncommercial License | Dandy Dandilion Designed by Simply Fabulous Blogger Templates